28 de jul de 2006

Vintage Knitting





Receitas antigas...que belas! Acho interessante este visual "retrô" que são mostradas em algumas peças, onde nunca saem de moda, pois tem a inspiração destas roupas confeccionadas nas décadas de 40 e 50.
O tricô tem esta vantagem...
Dêem uma olhada no blog
Lá encontramos todas estas receitas!

23 de jul de 2006

Origem do Tricô

A imagem abaixo é a pintura "Visita dos Anjos", feita por Bertram, no século XIV e que faz parte do altar de Buxtehude. Ela mostra a Virgem Maria trabalhando uma blusa tricotada com quatro agulhas de duas pontas. Não é uma beleza?!


Pesquisei sobre a origem e um pouco de História sobre o Tricô e achei em http://pt.wikipedia.org/wiki/Tricô

Tricô
Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.
"O tricô é uma técnica para entrelaçar o fio (de
ou não) de forma organizada, criando-se assim um pano que, por suas características de textura e elasticidade, é chamado de malha de tricô ou simplesmente tricô.
Pode ser feito manualmente, com duas
agulhas, ou só com uma que, além de propiciar o entrelaçamento do fio (criando cada ponto), abrigam a malha de tricô já tecida. A técnica nasceu provavelmente no Egito onde o entrelaçamento era feito com a ajuda de ossos ou madeira. Os belgas levaram a técnica aos ingleses onde as mulheres a desenvolveram para produzir meias e cachecóis que protegessem seus maridos e filhos no inverno. Usavam fios de lã pura que elas mesmas produziam. Por isso até hoje o tricô está relacionado ao inverno, o que a tecnologia reinventou, levando-a também para as malhas de verão através de fios leves e apropriados.
O tricô pode também ser feito através de máquinas próprias chamadas de
máquinas de tricô, o que também resulta num pano muito semelhante à malha manualmente tecida.
No Brasil, as principais cidades no desenvolvimento de Tricô são:
Socorro - localizada à 132 Km de São Paulo - www.estanciadesocorro.com.br
Monte Sião - Localizada no Sul de Minas, próximo a Águas de Lindoia - www.montesião.com.br
Jacutinga - Também em Minas Gerais. "

22 de jul de 2006

Belas receitas...free








Gostaram? Pois encontrei estas receitas free, disponívies em PDF,
é só baixar:
http://www.interweave.com/knit/projects/sweaters.asp
São de fácil entendimento, apesar de estarem em inglês, possuindo gráficos e explicações detalhadas.
Achei os modelos bem bonitos, com estilo!
As blusas de meia-estação sem mangas, estão disponíveis em:
http://www.interweave.com/knit/TSC/Pdfs/Yarn_Girl_Tanks.pdf
Um abraço e espero que gostem da sugestão.

19 de jul de 2006

Divas e o Tricô...









Maravilha não? Senti orgulho do tricô!
Estas fotos denunciam a beleza desta mulheres acompanhas pela arte de tricotar...Nos intervalos das filmagem, lá estavam estas Divas (acima Rita Hayworth , Doris Day à esquerda e Audrey Hepburn , à direita ) a criar seus pontos e enriquecendo seus acessórios!
Na beleza na Arte do Cinema, havia também a presença do tricô!
Estas fotos estão disponibilizadas em http://www.flickr.com/photos/vintageknittingnet Espero que gostem! Beijos.












Como ando sempre "bisbilhotando" coisas por ai, achei um programa para cálculos de pontos. O Programa se chama Designaknit 7 versão Demo. É gratuita e para baixar é rapidinho.
Eu gostei. Sempre vale a pena conferir, pois no tricô, tudo ajuda...
Pode ser baixado em:
http://www.knitandsew.demon.nl/dk/indexn.htm

13 de jul de 2006

Tricô...Teia...Tricô


Ao pessoal tricozeiro que passa por aqui de vez em quando, tenho pesquisado por ai muitas curiosidades sobre tricô e tenho encontado muitas pessoas envolvidas novamente com as agulhas tricoteiras, muitas vezes incentivadas pelos belos blogs que tenho visto por ai. Claro que cada um com o seu estilo e forma de "blogar" suas idéias. Mas neste mundo virtual a gente vai fazendo novos pontos...um pontinho ali, um pontinho aqui, quando a gente vê, tem várias pessoas que acrescentam - cada um do seu jeitinho - com mais uma novidade...
Porisso "batizei", meu blog como "Teia do Tricô"...pois a idéia da rede, ad teia, representa as pessoas que se comunicam por aqui neste espaço que a gente divide idéias e algumas vezes até pedidos de socorro "Não sei fazer tal ponto"..."Não consigo traduzir tal receita"... A gente vai aumentando a teia e vai mostrando a capacidade de unir estilos e trocar infomações! Acho que isto tem acontecido com o "Grupo do Mon Tricot" no Google. Lá temos registrado muitas idéias. E tenho percebido que o pessoal tricozeito, tem um poder de argumento ótimo! Me orgulho bastante disto e de poder compatilhar de espaços sobre o Tricô...meu companheiro das horas de lazer...
Ah...claro, vai ai uma receita. Em: http://www.coatsandclark.com/Crafts/Knitting/Projects/Apparel/
vocês encontram algumas receitas Free, como esta blusa. Bonita não?
Abraços!

10 de jul de 2006

Nada Demodê...



Tempos com muito glamour. O tricô mantem a sua história, nestas belas peças dos anos 40, onde ocorria a Segunda Guerra Mundial e as senhoritas da época, se reuniam nos grupos de tricô, fazendo belos trabalhos...Vale a pena conferir. Lá estão também links sobre tricô na história e também um museo de Tricot e Crochê, além de belas fotos da época com algumas receitas em inglês.
http://www.vam.ac.uk/collections/fashion/knitting/index.html


http://www.librarycompany.org/HookBook/VirtualTour.htm


http://knittinghistory.typepad.com/knitting_history/

3 de jul de 2006

Receita da Vida



Olá pessoal do tricô...hoje foi um dia que com certeza, ficamos mobilizados pela decisão que a Solange do Mon Tricot acabou tomando. Confesso que com isto, fiquei bem sensibilizada e refleti bastante também. Aí pensei "cá com meus botões" e escrevi:

Receita da vida....

"Primeiro passo: Ao iniciar o seu caminho, conte os pontos pelos amigos, e não pela dificuldade que o trabalho possa dar, no fim você vai ver que valeu a pena tricotar!
Monte na linha de seu trabalho otimismo, siga assim em todas as carreiras.
Se perder algum ponto, desmanche algumas carreiras, comparando o desmanchar com alguns “pontos embaraçados que a vida levou”. Coloque-os novamente no caminho do tricô da vida e siga em frete, sem desanimar.
Se ocorrer alguma falha, vire o trabalho não dê chance ao azar.
Dê várias laçadas: uma na tristeza, outra na mentira, no pessimismo, e neste caso dê quantas laçadas desejar.
Faça no mesmo ponto a presença daqueles que ama, pois eles estarão sempre presentes no seu caminho.
Deixe derrubar-se sobre vários pontos a alegria de estar unindo novas experiências, aprendendo técnicas e dando dicas da própria vida.
Por fim, arremate e termine seu trabalho com fé, esperança e com a certeza de ter criado um belo exemplo de criatividade, paciência e amor!”

Beijo a todos que de vez em quando passam por aqui.
Pensem nestas palavras com carinho.