11 de abr de 2010

Tarde Manufacturada

Era uma bela tarde de sol em Porto Alegre. Quinta-feira santa, de fato abençoada. Fazia um bom tempo que não visitava minha tão querida e afetiva professora de faculdade. Encontrei minha Mestra, mais ativa do que nunca, mas agora em outras ramos. Um ramo da arte, da produção e da criatividade. Não que a Psicologia não lhe desse este canal espontâneo anteriormente, mas como terapeutas, ficamos mais ligados à libertação das pessoas, de sua saúde mental, do que no nosso pensar criativo, que acaba sendo deixado de lado, guardadinho e encaixotado (com carinho) no pré-consciente. Agora mais livre de repressão, ou da própria intelectualização...

Lembro das idéias do psicanalista Donald Winnicott (1975), sobre o conceito de Espaço Potencial, sendo um campo de ação que vai além do externo e do interno, onde a pessoa não se restringe a um único significado, mas está inscrita num processo dinâmico onde a condição humana segue seu curso com intensa plasticidade de desenvolver-se e de evoluir.

Portanto, novas significações emergem na medida em que novas formas de configurações de viver e interagir surgem no sujeito, e onde o tempo e a forma destas interações são, agentes de mudança e de transformação. Falo no tempo, porque este nos transforma e nos traz condições de criar, de resignificar e isto é algo inesgotável...

Isto evidencia que as idéias da menina Ana, que aprendeu a tricotar quando tinha 10 anos ganha espaço em potencial na sua vida.

Este espaço atualizado por Ana Lúcia é um atelier seu, construído por suas idéias, lãs e fios de seda, onde trama belas peças no seu Tear de Pente Liço, que lembrou muito aquele de Anna Freud que permanece ainda exposto no Museo em Londres... http://www.20thcenturylondon.org.uk/server.php?show=conObject.10421&from_cat=79 Vejam só que bela coincidência?

Ana Lúcia Duarte, a Lulua despertou e deixou-se guiar pelas agulhas, inventado moda (literalmente) e cada vez mais libertando a tricoteira de sempre que estava a tempos internalizada. Só faltava uma oportunidade e esta chegou em definitivo e com muita força.

A tarde de quinta feira foi Manufacturada http://www.manufacturado.com.br/ . Falamos de tricô, de técnicas, de pontos e texturas, de fios, de Psicanálise, regados a um belo cafezinho e boas risadas. Lulua sucessos mil, nesta tua nova trajetória...nem tão nova assim, talvez mais antiga do que a Psicologia, a Psicanálise e o do lecionar na tua vida.

Grande beijo!

A foto mostra uma das peças feitas por Lulua Duarte, confeccionada em Tear de Pente Liço e Fios de Seda.

3 comentários:

Doloresjo disse...

Júnia,belo comentário.
Visitei o site da sua professora,lindissimo e as peças de um bom gosto extremo.

Beijos

Dolores

blog:doloresjo.blogspot.com

ciclamen artes e mimos disse...

Oi Júnia!
Amei seu blog,mas já tenho q sair
depois vou entrar c/ mais calma.
Amei o trabalho de tear liço.
bjs
Deus te abençoe
Silvia Regina

Marcia disse...

È interessante ver o nosso progresso...nós mulheres,não somos apenas mãos que tricotam ..somos cérebros e mãos...fomos e voltamos muito mais fortalecidas,conscientes de nossa capacidade...