25 de set de 2011

Primavera e flores

Em tempos de primavera, as flores invadem as estampas das roupas, o ar fica mais leve e nós ficamos mais renovados.
O inverno aqui no Rio Grande do Sul, foi bem intenso em 2011. Se por um lado nos motiva a fazer tricô um bom friozinho, tem dias em que o nosso humor nos exige um clima primaveril, com um sol gostoso que nos alegra.
Já queremos enfeitar mais a casa, a ver flores e rosas em nosso ambiente. Cada vez mais o tricô ganha espaço em peças de decoração, o que faz desta arte ser mais utilitária.
Aqui está uma idéia delicada e de bom gosto. São pequenas rosas feitas em crochê (mas que podem ser também em tricô) com vazinhos de madeira que dão um toque todo especial.


A beleza está na simplicidade dos detalhes!

6 de ago de 2011

Adicta pelo tricô

Estes dias, revirando minhas lãs simplesmente me deparei com um monte de coisas! Nossa! Até fiquei impressionada com tantas lãs e fios que tenho. A gente vai comprando e depois nos damos conta do quanto a gente tem de coisas guardadas esperando pelas agulhas.

Será que é coisa de tricoteira "adicta"? Bom seria o meu único vício, ou hobby, paixão, lazer, passa tempo...
O interessante é que o tricô, tem sido um grande aliado, em tempos de recolhimento...Tenho percebido que não há nada mais introspectivo, do que um belo Ponto Arroz.
Tricô é construção, é tece-se própria, é o contato com a maciez das lãs, é o encanto da capacidade inesgotável de criação, de dúvida, de aprendizagem, de reconstruir-se.
Uma vez escrevi pequenos versos, que fala sobre a vida, tricô, laçadas e pontos perdidos (aprende-se que os pontos perdidos, podem ser retomados e o trabalho segue...)
Tecer-se internamente, criando exteriormente...interagimos com o tricô, da mesma forma que está o nosso humor, ou fase da vida. Tem horas que dá um desânimo, que não sabemos o que fazer, o que tecer, e por outras há mil ideias na cabeça, onde os pontos ganham formas e as laçadas saltitam...

Knit, tejer, hilos, lanas, yarns, lãs, fios, tricot, tricô

23 de jun de 2011

Um colete, uma inspiração

Feriado, dia de chuva, fim de semana por ai, estação de inverno recém instalado, lãs a espera para serem tricotadas e muitas receitas on line...muitas.
Sempre sou da teoria, quanto mais simples mais belo. Partindo deste princípio, aqui está uma sugestão de fácil execução e que fica pronto rapidinho.
Este colete, um bonito vest que pode ser feito com uma lã grossa, ou em fio duplo tipo  Família da Pingouin ou Mollet da Círculo. Use botões diferenciados para dar um complemento à peça!
A receita encontra-se no site de receitas free da Patons, que tem peças muito bonitas!

19 de jun de 2011

Sou capaz de aprender crochê...

Verdade...sou capaz de aprender a fazer crochê com esta beleza de casaco! Olha que foram várias as tentativas de aprender a tejer com uma agulha. Minha mãe que o diga, pois tentou algumas vezes me passar os seus conhecimentos de crocheteira, mas não aderi muito às lições. Quem sabe foram as circunstâncias, e até mesmo tenho que dar uma insistida. Nunca sai do ponto correntinha e meu crochê fica sempre redondo, quando prossigo tecendo. Eu admiro muito as crocheteiras por fazerem peças maravilhosas e que o tricô não alcança em determinados trabalhos.
Agora haja paciência de minha mãe, pois vou fazer mais uma tentativa e claro quantas mais forem necesárias!
Para as crocheteiras, aqui vai a receita deste casaco maravilhoso (prometo, ainda vou fazê-lo!) e que nunca, mas nunca mesmo sai de moda! A receita está em russo...mas com gráficos e medidas que ajudam no "olhômetro" de como se faz. Como sugestão do fio a ser utilizado fica o Paratapet da Pingouin que daria um efeito interessante, pois há cores com várias tonalidades nude e marrons, mas neste modelo as combinações das cores são infinitas. 


Botões decorados

Que tal botões personalizados, quando a peça está pronta?
Achei a idéia bem interessante quando vi estes botões bordados e que transmitem toda a
delicadeza na finalização do trabalho. Lindo o cardigan  feito em ponto irlandês, com os detalhes dos botões bordados em ponto cheio, haste e nó francês - técnicas estas das bordadeiras.
Encontramos o nó francês disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=7KDSu4QC2Rg;
ponto haste http://www.youtube.com/watch?v=NxxhYfe2nRk  e  ponto reto
Peças infantis e decoração também ganham um toque todo especial, com estes botões bordados. Pode-se fazer borboletas, flores e frutas dependendo do seu gosto.






Fonte: Revista Manequim Editora Abril, Agosto de 2001.

16 de jun de 2011

Marfins e Afins

Os tons marfins e cruz, são cores que caem sempre bem nas peças feitas em tricô.
São cores neutras que inspiram leveza e que há a possibilidade de combinações diversas.
Blusas, casacos e mantas (cachecóis), ficam elegantes e sempre na moda, sendo peças coringas no guarda-roupa.
Não precisa muita sofisticação em se tratando de modelos e pontos a serem tricotados. Peças básicas, com modelos simples, são os mais belos e que toda a tricoteira iniciante faz com facilidade. Ponto arroz, musgo e o clássico meia e tricô, são os mais indicados para peças em tons nude.
Aqui estão alguns modelos que o tom marfim ganha o seu clássico espaço. São sugestões do site da Garnstudio, sempre com modelos bem diversificados e algumas com receitas em português.
http://www.garnstudio.com/lang/en/category_oversikt.php?page=1&from=0&kat=Accessory1&sort=datedesc&word=empty&tword=0









4 de jun de 2011

Casaqueto em tricô

As peças tipo casaqueto, tem sido um dos modelos chaves nas últimas coleções de Outono/Inverno.
É um modelo delicado, ideal para os dias que não está muito frio, pois trata-se de uma peça intermediária entre um casaco mais pesado e comprido e um casaco leve. Casaquetos tem a sua origem a la Chanel, que inspirou-se nos modelos masculinos e criou uma versão para as mulheres de um peça tão fina e delicada. No tricô os casaquetos são bem vindos!



Aqui vai uma sugestão de um casequeto básico, mesmo sendo uma receita em russo dá para ter uma boa noção da forma de fazê-lo. Nunca esquecendo de fazer amostras, tendo em mãos a fita métria, o número da agulha e fio que se quer tecer.




Bom tricô!

21 de abr de 2011

Decoração para a Páscoa


Ô vida corrida esta! Quando vemos as datas estão aí, e temos que administrar o tempo, para que possamos fazer pelo menos uma decoração legal! Eu adoro a Páscoa! Ainda mais quando anuncia aquele belo friozinho típico do sul.
Estes coelhinhos tricotados com detalhes em tecidos, são práticos e fáceis de fazer.
Não tenho a receita, mas pelo olho já dá para ter noção de como se faz...encrementados à nossa criatividade, tudo se faz!
É uma criação de Laura Long, Hand Knitted Bunny encontrado no em:

"A Páscoa é tempo de dar sem esperar receber.
Tempo de jogar sem temer perder.
Tempo de sorrir sem medo de chorar.
A Páscoa é tempo de amor e carinho.
Tempo de ajudar aqueles que mais amamos.
A Páscoa é renascer mais uma vez para a vida
É tempo de ser criança novamente.
É tempo de ressurreição."

Abraços e Feliz Páscoa a todos!

12 de abr de 2011

The Knit's Shawls


Os xales em tricot, são encantadores. Mesmo com sua complexidade aparente em tricotá-los, possuem uma particularidade em tecê-los. Quem atreve-se, passa horas lendo e observando os gráficos, mas quando deciframos a fórmula mágica, não queremos mais parar de fazer esta peça. Considero os xales um divisor de águas, no tricô atual (resgatando o tricô rendado) e que fez as tricoteiras aprimorarem suas técnicas e descobrirem suas habilidades. Enfrentar uma receita de Knit Lace Shawl, é sem dúvida um desafio sem medida e que nos estimula a aprender ainda mais. Acabamos sempre nos "metendo" em receitas de xales dificeis e que vamos desmanchar uma boa quantidade de vezes! Faz parte, pois o resultado vale à pena definitivamente.

Fonte: A receita da foto, encontra-se disponivel em http://www.garnstudio.com/lang/en/visoppskrift.php?d_nr=129&d_id=11&lang=en

Bom xales a todos!

13 de mar de 2011

Fio Teia

Encontra-se dentro das novidades dos lançamentos dos fios de 2011, o fio Teia da Macro Central Fios.
Só há uma dúvida: forma-se pequenas teias no próprio fio? A Macro Central Fios, é a pioneira entre ideias, pois foi a primeira indústria entre fios, que lançou originalmente a tendência Pom Pom e que virou sensação nos dois últimos invernos, entre cachecóis e ascessórios para a decoração de ambientes para a casa.
No link http://www.bazarhorizonte.com.br/Fio-Teia-100g/fioteia/56/21756/&ug=1&m=QS&qs=teia&qsf=0&p=1 encontramos o Teia para o tricô, no site do famoso Bazar Horizonte, onde encontramos tudo em tricô, uma beleza! Vale a pena levar o Teia para o seu tricô.

10 de mar de 2011

Outono, inverno e o tricô

As novidades de lojas e vitrines, já dão um recado a respeito das tendência do outono e inverno 2011.
Adoro ver vitrines, porque posso olhar bem de perto o que será moda na estação. Tricoteira tem estas coisas mesmo...
Analisar como a peça é feita, e logo imaginá-la tecida em tricô à mão. Cachecóis estão em alta, como sempre. É a vez dos tecidos em fios delicados, o famoso tricô rendado ou The Laces, em lãs finas, que vão desde os feitos em pontos simples às mais sofisticadas técnicas, onde as receitas estão disponíveis em vários idiomas. Mas isto não é mais um problema, pois o tradutor entra automático, quando se trata de tricô.

Na Moda Tricô, tem tudo: o que não sai de moda nunca e os simples detalhes que fazem muita diferença. Considero o simples o luxo e não precisa ser feito com  lã importada não! É só procurar que tem fio brasileiro bonito e barato e que faz um efeito maravilhoso, ainda mais quando encontramos em promoção. Então tricoteira, confie no seu talento!

Os vestidos em tricô, feitos em modelos delicados, são peças que pode-se investir em tecê-las, apesar do tempo que se leva para fazê-los. Mas a sensação "fui eu que fiz" compensa qualquer demora.


Aqui vai um clássico vestido da marca francesa Louis Vuitton. em sonho de consumo, tanto em tê-lo, quanto de tecê-lo. E como sabê-lo? Vale como inspiração, pois  sabe-se o valor que tem uma peça tricotada.
Então, mãos à obra. E boa estação pra todos nós! Não há frio que resista a uma boa peça tricotada, não é mesmo?
Que venha o Outono, o Inverno e o Tricô!

20 de fev de 2011

Ideia no Tear Quadrado

O Tear Quadrado além de ser simples a sua confecção, ficam diferenciadas as peças nele feitas e dá para inventar mil coisas.
Tecemos vários quadrados e com eles há a possibilidade de criar colchas, mantas de sofá e com fios crus e barbantes oferecem um estilo bem rústico.
A decoração da casa também ganha um espaço com o Tear Quadrado, com este abajur.
Achei delicado e aqui está uma sugestão bem prática e de bom gosto.
Vale a pena fazê-lo, ainda mais quem está se aventurando há pouco com o tear quadrado.

16 de fev de 2011

Tecer...aos poucos e sempre

Não vejo a hora do frio chegar! É impressionante a vontade que desperta em tricotar em tempos frios, quando aquele ventinho minuano aponta pelas bandas do sul...
E o frio não vem sozinho: traz as ideias de novo, a vontade de estar à voltas das lãs, e dos muito fios que ficaram do inverno passado, entre tantas outras inspirações que o tricô nos remete.
Tear ideías, malhar mantas, blusas...ou simplesmente o que o tempo me permita, sem pressa e de forma totalmente descompromissada, apenas unindo os pontos e tecendo aos poucos, pelo prazer tão simples que o tricô nos possibilita.
Vou pegar meu tear de pregos, para ver o que invento e deixar minha mente mais livre e assim vou também criando nuaces no Tear de Pente Liço, onde fios, cores, rendas e  lãs diversas ganham a sua vez.  Tramar-se peças únicas e delicadas com total exclusividade.
O segredo é Tecer aos poucos e sempre!

29 de jan de 2011

Deletar

Tem coisas que temos a receita e acabamos guardando várias pastas no computador, pen drive, Flickr, Picasa...e  o que a tecnologia  nos oferece,  para ficarmos simplesmente olhando os nossos 300 mil arquivos que salvamos. São receitas das mais diversas e de todos os idiomas possíveis...tem-se inúmeras receitas em russo, italiano, japonês, espanhol, francês...
Rodamos o mundo atrás de novidades, de revistas a serem baixadas e de forma até mesmo impulsiva, compramos aquela receita importada (cheia de regras para os direitos autorais posteriores, pois não podemos nem piar que temos, e pedir um pelo amor de Deus que não repassem a tal receita). Em outro momento se tivéssemos um pouquinho mais de calma, usaríamos a nossa boa e velha capacidade brasileira de adaptação.


Mas vida de tricoteira é assim mesmo, sismamos numa receita ou num modelo que tanto queremos usar, dar de presente, ou mesmo para aprimorar nossas habilidades.
Porém, vou fazer um garimpo aqui nos meus arquivos e deletar algumas coisas aqui, que não irei utilizar e nem tricotar (mesmo que eu vivesse uns 200 anos). Vou aqui tentar fazer um 5S virtual.
Porque desapegar-se é preciso!

9 de jan de 2011

Projetos para 2011

Os projetos para 2011, não incluem receitas específicas...mas acabar com o estoque de lãs e fios guardados a alguns anos...
O monte de lãs de várias combinações, cores, tendências, flocados, franzidos, peludos, com lã pura...tricoteira vai dar um fim nisto!
Fim no sentido de dar um destino e uma forma para tantos novelos... Depois eles ficarão "entocados" sem finalidade nenhuma e isto está completamento out nos dias atuais com todo pensamento auto-sustentável que a vida nos exige - deve-se lembrar dos Projetos Solidários que trabalham em prol e com o objetivo de ajuda ao outro. Consumismo tricoteiro vicia e em 2011, estou fora desta conversa. Sabe-se que as novidades são muitas neste ramo (e isto foi muito positivo, sem dúvida), mas eu tenho tudo o que preciso, e já está na hora de aproveitar o que tenho por aqui: dá até uma dó de ver tanta coisa parada e sem uso...
Mãos à obra e criatividade para funcionar e sem disperdícios!