23 de jul de 2006

Origem do Tricô

A imagem abaixo é a pintura "Visita dos Anjos", feita por Bertram, no século XIV e que faz parte do altar de Buxtehude. Ela mostra a Virgem Maria trabalhando uma blusa tricotada com quatro agulhas de duas pontas. Não é uma beleza?!


Pesquisei sobre a origem e um pouco de História sobre o Tricô e achei em http://pt.wikipedia.org/wiki/Tricô

Tricô
Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.
"O tricô é uma técnica para entrelaçar o fio (de
ou não) de forma organizada, criando-se assim um pano que, por suas características de textura e elasticidade, é chamado de malha de tricô ou simplesmente tricô.
Pode ser feito manualmente, com duas
agulhas, ou só com uma que, além de propiciar o entrelaçamento do fio (criando cada ponto), abrigam a malha de tricô já tecida. A técnica nasceu provavelmente no Egito onde o entrelaçamento era feito com a ajuda de ossos ou madeira. Os belgas levaram a técnica aos ingleses onde as mulheres a desenvolveram para produzir meias e cachecóis que protegessem seus maridos e filhos no inverno. Usavam fios de lã pura que elas mesmas produziam. Por isso até hoje o tricô está relacionado ao inverno, o que a tecnologia reinventou, levando-a também para as malhas de verão através de fios leves e apropriados.
O tricô pode também ser feito através de máquinas próprias chamadas de
máquinas de tricô, o que também resulta num pano muito semelhante à malha manualmente tecida.
No Brasil, as principais cidades no desenvolvimento de Tricô são:
Socorro - localizada à 132 Km de São Paulo - www.estanciadesocorro.com.br
Monte Sião - Localizada no Sul de Minas, próximo a Águas de Lindoia - www.montesião.com.br
Jacutinga - Também em Minas Gerais. "

9 comentários:

Fá Giandoso disse...

Querida Júnia:

Seu blog é das melhores coisas que acontecem nesse mundo tricozistico!

Adoro as dicas e o quanto você se esforça para mostrar que o tricot não é somente "coisa pra passar o tempo" mas é uma arte que atravessa o tempo.

Aliás, por falar em tempo, é nítido seu interesse por História. Meu marido é historiador e achou teu blog muito legal. Como eu só falo em tricô e mostrei pra ele todo o "embasamento histórico" do seu blog, ele adorou e prometeu indicá-lo.

Muitos beijos...Fá Giandoso.

P.S. Dê uma passadinha em:

www.carbonocatorze.blogspot.com

Júnia Flores disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Júnia Flores disse...

Ah Fá querida, que bom que gostou do blog. Gosto sim de hitória, mas tenho muito que aprender!
Um abraço!

Rosi disse...

Tricô também é cultura!
Está muito interessante o teu blog,com aspectos que poucos blogs desse assunto abordam.Adorei(sou professora de História que nunca exerceu a profissão),e a parte das atrizes,especialmente!
É bom saber que pesoas tidas como cultas e formadoras de opinião também mexem os pauzinhos(rs,rs).
E se tu estiveres interessada,tenho o endereço de um site que só trata de receitas vintage,onde a gente se inscreve e recebe os arquivos free pelo email.
Adorei tua visita e teu comentário...
Beijoconas,
Rosi

Júnia Flores disse...

Rosi, querida. Obrigada!
Com certeza quero sim o site sobre receitas antigas. Manda ai!
Abraços e beijoquitas.

Rosi disse...

Pois aí vai:
www.vintage-crochet-patterns.com
www.vintage-knitting-patterns.com
É só se inscrever que se recebe as receitas(em inglês)por email.Alguns arquivos são bem pesados.Vale a pena imprimir e depois deletar.
Vou colocar os links lá no blog também.
Beijoconas,
Rosi

Rosa disse...

Oi Junia, td bem?
achei mt legal vc colocar essas informações sobre o trico. eu tb me interesso sobre historia.
achei mts informações legais neste site: http://www.knitty.com/ISSUEspring06/FEAThistory101.html , tb tem links para sites de museus. acho q vc vai gostar.
bjs,
Rosa

zinhop disse...

Ola, achei muito legal essa materia sobre a origem do tricô.
Ainda mais porque você citou o nome da minha cidade: Monte Sião.
Faça-nos uma visita quando puder que você irá se surpreender com as variedades.

Amanda disse...

vc naum sabe nada sobre trico sua anta vai mostra o cú pro teu namo e naum imferniza a vida da gente com essa tongura